Escola Popular

Gehe zu Navigation | Seiteninhalt

Construindo Pontes - Brasil e Alemanha se encontram na Escola Popular

Delegação da Escola em Curitiba com o pastor sinodal Jorge Schieferdecker, agosto 2010
Delegação da Escola em Curitiba com o pastor sinodal Jorge Schieferdecker, agosto 2010

Uma cooperação entre a EKM e o Sínodo Paranapanema do Brasil

O Projeto Construindo Pontes é hoje a cooperação consolidada entre o Sínodo Paranapanema e a Escola Popular. Desde 2009 o "Construindo Pontes" desenvolve-se e ganha força nas duas igrejas, no Brasil e na Alemanha. Começou como um programa de estágio e hoje é parceria que promove a missão e a educação. A Banda Popular de Curitiba e o grupo de capoeira do Dorcas são frutos dessa parceria.

O projeto consiste em todas as atividades de cooperação e intercâmbio entre o Sínodo Paranapanema e a Escola Popular. Entre várias de suas ações estão a criação de postos de estágios e intercâmbios bilaterais, assim como a criação de novos grupos que trabalhem com a metodologia da Escola Popular nas comunidades do Sínodo Paranapanema.

O projeto acontece na EKM, na Escola Popular e no Brasil, no território do Sínodo Paranapanema. É coordenado por Andréa Schieferdecker e Fábio de Castilhos Lima, sob a orientação de Hans-Jürgen Neumann, diretor da Escola Popular.

Veja aqui as etapas pelas quais o Projeto já passou.

            

+ Visão

Uma cooperação entre a EKM e o Sínodo Paranapanema do Brasil

Desde 2009 Hans-Jürgen Neumann desenvolve juntamente com os artistas Andréa Schieferdecker e Fábio de Castilhos Lima esse trabalho de parceria entre os dois sínodos. A Escola Popular ocupa nesta parceria uma posição chave para as duas igrejas. Graças a esta cooperação elas devem ganhar novos impulsos para as comunidades assim como se enriquecer com a troca de experiências.

Não menos importante é o ganho de novas perspectivas para o trabalho da própria Escola Popular com este processo o que além disso a coloca em evidência no contexto do trabalho evangélico de educação na Alemanha. Ao lado de possibilidades de contato pessoal e visitações bilaterais, deverão criar-se e desenvolver-se postos de estágio. Também devem ser realizados projetos sustentáveis e de longa duração que culminem na formação de novos grupos e contribuam para a educação no âmbito da Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil.

As diferentes formas de expressão artística, em destaque a Capoeira e o samba, devem servir como meios de explorar perguntas sobre a fé cristã e questões religiosas. De forma que as duas igrejas acabam por inserirem essa pedagogia ativa e ativadora em seus próprios contextos e com isso oferta-se uma identidade convincente e diferente na fé para os mais diferentes grupos de pessoas.

Terceira fase, duração: Outubro de 2010 a Dezembro de 2012

O encontro entre a EKM/Alemanha e o Sínodo Paranapanema

+ Objetivos

  • construir e fortalecer a cooperação entre a IECLB e a EKM através da Escola Popular
  • receber novos impulsos teológicos
  • estabelecer vínculos entre pessoas e instituições
  • atuar em projetos sociais
  • agregar valores ao trabalho das duas igrejas
  • levar a proposta teológica da Escola Popular através da capoeira e do samba ao sul do Brasil
  • ampliar o campo de atuação da Escola Popular
  • mobilizar os mais diferentes tipos de pessoas
  • incentivar a missão nas comunidades e instituições da igreja luterana
  • divulgar uma identidade original e diferente de fé

+ Prioridades

  • Coordenação e acompanhamento de nossas ações e grupos na EKM e no Sínodo Paranapanema
  • tradução continua do site da Escola Popular para português
  • conexão/contato com o Sínodo Paranapanema - IECLB e divulgação do trabalho da Escola Popular no Brasil
  • Acompanhamento de postos de estagio e estagiários tanto no Brasil quanto na Alemanha
  • campanhas auto-sustentáveis das açoes realizadas (doações)
  • Apoio a intercâmbios e programas que fomente a educação

+ Avanços do projeto

Projeto do estágio com Dorcas em Curitiba/Brasil

Isabell Le Blanc participará por um ano, no âmbito do projeto "Construindo Pontes", de uma comunidade em Curitiba atuando em seu projeto social "Dorcas". 

Ela será a primeira estagiária da Escola Popular a viajar para o Brasil, onde permanecerá de agosto de 2011 a julho de 2012, em âmbito do projeto "Construindo Pontes".
A comunidade luterana Cristo Redentor acolherá Isabell, que irá participar de seu projeto social Dorcas levando a abordagem da Escola Popular. Um programa diversificado oferecerá a Isabell não só a aclimatação, o idioma e o contato social necessários para sua estadia como também possibilidades de atuação.

Isabell participa ativamente do grupo de capoeira da Escola há 8 anos. Já esteve em contato com temas brasileiros como a arte, a capoeira, o teatro, a capital Brasília e a obra de Oscar Niemeyer, além de já ter conhecido pessoalmente o país. Depois de formar-se no ensino médio, ela busca agora uma experiência no exterior antes de começar seus estudos universitários na Alemanha.

Viagem da Andréa e do Fábio ao Brasil em Março de 2011

Após a visita de brasileiros do sínodo Paranapanema à Escola Popular em outubro de 2010 e janeiro/fevereiro de 2011, Andréa Schieferdecker e Fábio de Castilhos Lima estiveram em Curitiba-PR durante o mês de março para apresentar ao sínodo brasileiro os avanços da parceria (Sínodo Paranapanema/Escola Popular) desde a visita da diretoria da Escola ao Paraná. Reuniram-se com a diretoria do Projeto Dorcas e com a Comunidade Cristo Redentor, estabeleceram contato com comunidades do Rio de Janeiro e Nordeste. Foram importantes avanços do projeto Construindo Pontes.

Primeiramente estiveram na sede do Sínodo Paranapanema, onde reuniram-se com a sua diretoria para apresentarem as novidades da Alemanha. Foi aprovado nesse encontro o projeto de estágio no qual o Projeto Dorcas receberá no âmbito do projeto "Construindo Pontes" de cooperação do sínodo Paranapanema e Escola Popular um(a) estagiário(a) intercambista alemão(ã), membro(a) da Escola Popular para realizar atividades de samba e/ou capoeira. Nesse encontro também foi ratificada a posição de Lucas Ferreira Frühauf como representante para assuntos referentes à Escola Popular junto ao sínodo. Atuando de forma voluntária, Lucas acompanhará os avanços da parceria, assim como deverá dar o apoio necessário a(o) estagiário(a) enviado(a) pela Escola ao Brasil. Deverá também juntamente com o(a) estagiário(a) estudar e explorar novas oportunidades de trabalhos de cooperação entre comunidades e projetos do Sínodo Paranapanema e a Escola, assim como novas perspectivas de trabalho conjunto. Lucas deverá trabalhar como representante da Escola no Brasil e manter contato intensivo com a diretoria da Escola Popular.

Na segunda reunião, que aconteceu na Comunidade do Redentor (que subsidia {träger} o Projeto Dorcas) estiveram reunidos com o Bispo do sínodo Paranapanema Jorge Schieferdecker, o pastor ordenado da comunidade P. Marcos Antônio da Silva e com a coordenadora do Projeto Dorcas, Darclê Westphal da Cunha. Nesse encontro foram esboçadas a estrutura do projeto de estágio, assim como as responsabilidades inerentes a cada uma das partes envolvidas.

No terceiro encontro definiram e redigiram juntamente com Darclê e Lucas, as bases do projeto de estágio. Aqui não só objetivos e planos foram perfilados, mas também tarefas de caráter organizacional e prático de cada uma das partes envolvidas. Ainda foi realizada mais uma visita ao Projeto Dorcas, na ocasião da reunião periódica semanal dos colaboradores do Projeto. Além da oportunidade de mais uma vez observar a realidade local, foi possível conhecer Guilherme Zen, professor de capoeira do Dorcas, que irá acompanhar e trabalhar com o(a) estagiário(a) no Brasil. Zen também mostrou grande interesse nessa colaboração, uma vez que é membro atuante da comunidade do Redentor e estudante de Teologia.

Todas as partes mostraram-se muito interessadas e confiantes no êxito do projeto de estágio e as expectativas são muito animadoras. As idéias surgidas de visitações bilaterais estão tomando forma real e pontes entre países, comunidades e acima de tudo pessoas já estão sendo construídas.

» Para a galeria na midiateca

Visita de Lucas Ferreira Fruhauf (Paraná - Brasil) à Escola Popular (Turíngia - Alemanha)

Lucas Ferreira Fruhauf visitou durante o período de 17 de janeiro a 09 de fevereiro de 2011 a Escola Popular da EKM em Weimar (Turíngia - Alemanha). Lucas é membro da Comunidade Cristo Redentor em Curitiba, que pertence ao Sínodo Paranapanema. É músico, regente do coral da comunidade e membro do presbitério. Durante a IV oficina sinodal de música, a diretoria da Escola em sua viagem ao Brasil conheceu Lucas e participou de um workshop de arranjo musical por ele conduzido. Lucas mostrou-se muito interessado em conhecer o trabalho na Alemanha e foi convidado a uma visita.

Como principais objetivos da visita estavam: conhecer o trabalho prático, teórico e o funcionamento da Escola, avançar na parceria com o Sínodo Paranapanema e concretizar o próximo projeto de parceria.

As principais atividades de Lucas na Alemanha foram: participar dos eventos da Escola Popular, treinos e ensaios dos grupos, entrar em contato com os membros, a realização de um workshop de música, produção dos ensaios da Banda Popular objetivando novos impulsos para o trabalho com a música, conhecer e participar de outros eventos de comunidades da região, conhecer o trabalho da EKM. Paralelo a essas atividades ele engajou-se numa ação solidária da Escola Popular no Marienstift, um hospital luterano de ortopedia em Arnstadt. O hospital cedeu o tratamento ortopédico-cirúrgico a um menino angolano, Lucas ficou responsável em comunicar-se com ele em português. Além disso visitou diferentes cidades e pontos turísticos da região (Jena, Erfurt, Eisenach, Oberhof, entre os pontos turísticos estiveram o Wartburg, o campo de concentração Buchenwald, a Bachkirche entre outros) conheceu um pouco da história, povo e cultura desta região da Alemanha.

Os frutos do trabalho com Lucas foram muitos: novos impulsos para a Escola Popular; novos arranjos musicais para hinos da igreja foram produzidos; a Escola ganhou um samba especialmente composto para ela; a Banda Popular recebeu produção musical especializada; a Escola teve mais um parceiro nos projetos comunitários neste período realizados, como Dia dos Confirmandos, Dia da Escola, Ação no Marienstift; Lucas participou pela primeira vez de treinos de capoeira e também de um ensaio de samba. Contribuiu também para o site da Escola Popular publicando lá seus diários de viagem.

Como contribuição para os avanços da parceria entre o sínodo Paranapanema e a Escola Popular propõe-se que Lucas trabalhe como voluntário durante o próximo ano acompanhando o projeto de intercâmbio entre a Escola e o Dorcas. Deverá trabalhar como representante do Sínodo para os assuntos referentes à parceria, apoiado pela diretoria do Sínodo. Deverá dar o apoio necessário a(o) estagiário(a) enviado(a) pela Escola ao Brasil. Deverá também juntamente com o(a) estagiário(a) estudar e explorar novas oportunidades de trabalhos de cooperação entre comunidades e projetos do Sínodo Paranapanema e a Escola, assim como novas perspectivas de trabalho conjunto. Lucas deverá trabalhar como representante da Escola no Brasil e manter contato intensivo com a diretoria da Escola Popular.

» Para a galeria na midiateca

Visita da direção do Dorcas

De 15 a 17 de Outubro de 2010 em Weimar/Eisenach

Darclê é a diretora do Dorcas, um projeto que foi visitado no mês de agosto, pela diretoria da Escola em sua viagem ao Brasil. Projeto este, que pertence a uma das comunidades do Sínodo Paranapanema. Trata-se de um abrangente e efetivo trabalho social num ambiente em grave risco social: 68% de evasão escolar, drogas, violência, criminalidade e prostituição infantil são problemas diários dominantes que já atingem gerações.
Darclê queria conhecer de perto a Escola Popular e seu trabalho. Aproveitou sua viagem a Europa e veio até aqui para observar, participar e fazer perguntas sobre o funcionamento da Escola Popular. Dessa forma vivenciou, acompanhada de mais duas interessadas brasileiras, sua primeira aula de berimbau, que fez parte da reunião periódica de coordenadores voluntários. Dessa forma pôde conhecer também membros muito engajados da Escola.
As noites foram curtas, havia muito para contar, perguntar e esclarecer. Ao lado de alguns locais de Weimar também estava no programa a visita a um lugar histórico. O Wartburg, um marco da tradução da Biblia que é fortemente conectado a vida e obra de Martinho Lutero. Aqui foi escrita a história da reforma luterana e assim história mundial. O tempo foi curto, mas suficiente para esboçar os traços de uma futura cooperação.

» Para a galeria na midiateca

Segunda fase, duração: de março a setembro de 2010

O contato com o Sínodo Paranapanema é construído

+ Objetivos

Original dos nossos objetivos da primeira fase, serão feitos maiores contatos com a IECLB/Paranapanema. Nesse sentido, projetos devem ser planejados e eventualmente realizados. O trabalho conjunto com o Referendo para o Ecumenismo e Responsabilidade Ambiental deverá ser analisado para uma nova cooperação.

+ Prioridades

•  Manutenção e acompanhamento do nosso site
•  Comunicação e conexão da Escola Popular da EKM com a IECLB- Sínodo Paranapanema
•  Acompanhamento de eventos, apresentações e retiros.
•  Aulas de português para os membros da Escola Popular
•  Colaboração no Jardim da Igreja (Kirchengarten) da Mostra Regional de Jardins em Aschersleben em cooperação com a Diaconia em Julho de 2010
•  Formação intensiva da lingua alemã para os dois estagiários na Universidade de Erfurt: Preparação para a Prova de língua alemã para o acesso ao ensino superior de estudantes estrangeiros (DSH) até Julho de 2010

+ Patrocínio

Essa fase do projeto é patrocinada pelo Meio de Fomento do Centro Ecumênico Lothar-Kreyssig da EKM, por meios próprios da Escola Popular assim como meios privados.  

+ Avanços do projeto

Viagem da direção da Escola ao Brasil em Agosto de 2010

Após a positiva ressonância à nossa vídeo-apresentação no primeiro encontro nacional da Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil (IECLB), em outubro de 2009 e dos cumprimentos através da EKM, instensificaram-se nossos contatos com o Sínodo Paranapanema. A partir daí, desenvolveu-se a ideia de levar a Escola ao Brasil. Por esse motivo, a direção da Escola Popular viaja em agosto de 2010 a Curitiba, a partir de onde deve visitar diversos eventos e comunidades no sul do Brasil. No contexto dessa viagem, contatos devem ser estabelecidos, o trabalho da Escola Popular, assim como o da EKM deve ser apresentado e ainda possibilitar uma vista geral sobre a vida, cultura e religiosidade do povo brasileiro.

Os seguintes pontos estão, entre outros, planejados:
•  Cultura, igreja, religião, instituições de ensino e projetos sociais em Curitiba
•  Encontro com grupos de samba e capoeira em Curitiba, Guarapuava und Prudentópolis
•  Dia da Igreja em Ivaiporã
•  Participação no workshop de música de Cachoeira/Guarapuava
•  Visita às Cataratas do Iguaçu
 

Prova de proficiência em alemão e estudo superior em Arte Livre 

Fábio e Andréa obtiveram a aprovação em junho de 2010 na prova de proficiência em alemão para acesso ao ensino superior (DSH-Prüfung) na Universidade de Erfurt e foram aceitos no semestre de inverno 2010/11 na Universidade Bauhaus em Weimar para o estudo superior de Diplomação em Arte Livre.

+ Flyer da segunda fase do projeto

Primeira fase, duração: de 21 de agosto de 2009 a 28 de fevereiro de 2010

Dois estagiários de Curitiba iniciam o projeto

+ Objetivos

Queremos construir pontes entre as pessoas e suas culturas, aprender juntos e avançar no trabalho. Queremos consolidar uma relação intercontinental. Para isso usamos o principio da justiça, assim como uma relação de igual para igual como base do trabalho.

+ Prioridades

  • Tradução do nosso site para português
  • A conexão e apresentação do trabalho da Escola Popular no Brasil, especialmente para a IECLB (Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil)
  • Acompanhamento nos eventos, apresentações e retiros 
  • Aulas de português para os membros da Escola Popular
  • Oferta interna: Aperfeiçoamento intercultural - mudança de perspectiva, com Arte Popular do Brasil
  • Confecção de bolsas e camisetas para o Jubileu de 15 anos da Escola Popular - Escola para a Vida
  • Colaboração em outros projetos e direções sociais, por exemplo no dia da Igreja da EKM em Setembro em Weimar, Encontro Nacional do Culto Infantil em Outubro, Jardim de Infância da Igreja Católica em Arnstadt em Janeiro e Fevereiro - Projeto bilíngue sob o tema "Carnaval".
  • Curso Intensivo de Alemão na Universidade de Erfurt:
    Curso Intensivo em Setembro de 2009, curso semestral de Outubro de 2009 a Fevereiro de 2010

+ Doaçàµes

Você pode apoiar o projeto "Construindo Pontes":

  • Através de uma doação e/ou
  • Tornando-se membro do nosso circulo de patrocinadores, engajando-se com 250 Euros para este trabalho
Conta Bancária: beneficiado: Escola Popular der EKM, observação: "Brückenbauen", número da conta: 8002576, BLZ: 52060410, Banco: EKK

Quantia necessária: 8050,- EUR

Recebidos até agora:  5003,- EUR

(atualizado em: 17/03/2010)

 

Membros do circulo de patrocinadores: Hans-Jürgen Neumann, Familie Schröder (Brasilien), Georg Wiesner, Cornelia Bischoff, Silke Stoll, Helga Marz, René Obst, Barbara und Andreas Eberle, Matthias und Ele Braecklein
Outras doações: Irmgard Blischke, Marlene Bähring, Familie Reuter (Sachspenden, Kleidung), Spenden beim Sommerfest der Escola Popular, Familie Marz (Sachspenden, Kleidung), Enrico Blischke & Akiko Hamada (Japan), Familien Kantner, Familie Schubert, Markus und Rebekka Schnaus, Gudrun Wellhöfer, Kirchenkreissozialarbeit Pößneck, Iris Linz, Familie Matthias Braecklein, Katholischer Kindergarten Arnstadt & Eltern, Dr. S. und Th. Senst

 

Spendenfortschritt

 

+ Flyer da primeira fase do projeto

+ Avanços do projeto

Ação no Jardim de Infância da Igreja Católica em Arnstadt 

Em janeiro e fevereiro de 2010 foi realizada uma ação no jardim de infância da igreja católica de Arnstadt, mais um dos objetivos do estágio. As prioridades foram atividades bilíngues de arte, carnaval e música. 

» Para a galeria na midiateca

Calendário 2010

Em dezembro de 2009, Fábio e Andréa montaram um calendário para 2010, na ocasião dos 15 anos da Escola Popular - escola para a vida. O calendário esteve  venda e os lucros foram revertidos para o nosso projeto "Construindo Pontes".

Acompanhamento dos eventos, apresentações e retiros da Escola Popular 

Andréa e Fábio, desde seu estágio na Escola Popular colaboram em inúmeros eventos. Nos quais trabalham na equipe de coordenadores, no acompanhamento, assim como na preparação e no pós-evento ou trazendo uma contribuição própria. Além disso eles dão apoio aos treinos semanais de capoeira (terças-feiras em Arnstadt, quintas-feiras em Weimar) assim como nos ensaios de samba (sextas-feiras em Arnstadt) e estão sempre lá nos encontros de sábado dos coordenadores e Dias da Escola na Werkhaus.

Entre os eventos estão, entre outros: a Festa de Verão da Escola Popular para comemorar seus 15 anos, manifestação contra festa Nazista "Fest der Völker" (Festa do Povo) em Pössneck, dia da igreja regional em Weimar, acolhida dos sinos da liberdade para a Herderkirche em Weimar, Projeto "Rhythmus erfahren" (experimentando o ritmo) com a comunidade de Streufdorf, workshop de samba da Escola Popular em Braunsdorf, encontro nacional do Culto Infantil em Erfurt, velório de Birgit Becker em Hopfgarten.

 

» Para midiateca

Cultos

Em novembro de 2009, Fábio e Andréa cooperaram em um culto com o tema Brasil, em Pössneck. Falaram sobre o nosso projeto "Construindo Pontes", Brasil e Arte Popular. As obras resultantes de Braunsdorf também fizeram parte da decoração do ambiente.

No início de dezembro, participaram da missa de São Nicolau na igreja católica de Arnstadt, apresentando-se e apresentado o projeto publicamente para a comunidade católica, para os pais e crianças do jardim de infância.

Colaboração na vídeo-apresentação da Escola Popular no Brasil 

Sem a colaboração de Fábio e Andréa não seria possível construir essa ponte para o Brasil. Os dois estabeleceram contatos e depois, sob grande pressão do tempo, coletaram material fotográfico, traduziram os textos do alemão para o português e os narraram.

» Para o vídeo na midiateca (e resposta do Brasil)

 

Viagens para o estudo da cultura e civilização alemã 

Paralelo ao trabalho, Andréa e Fábio visitam algumas importantes cidades da Alemanha, para estudar o país, as pessoas, mas especialmente a arte. Seus caminhos até agora os guiaram até Eisenach (Wartburg, Martinho Lutero), Dresden (Antigos Mestres, Frauenkirche), Saalfeld (Feengrotten) e Colônia (Catedral, arte moderna e contemporânea, Samba e Maracatu), entre outros. 

Estudo da lingua alemã

Eles concluíram com sucesso um curso intensivo de Alemão na Universidade de Erfurt, o que resultou num curso intermediário (B1), essencial para continuar estudando.

Arte Popular

Fábio e Andréa apresentaram em vários de nossos eventos a Arte Popular Brasileira e junto com nossos participantes realizaram esse tipo de arte, na qual, sem palavras, muito pôde ser expresso.

» Nos 300 anos de comunidade consagrada em Streufdorf

» No Workshop de Samba em Braunsdorf

 

 

Tradução da nossa página para o português

Nossos dois estagiários traduziram nossa página para o português. Para construir esta ponte que nos conecta ao ambiente da língua portuguesa eles trabalharam intensivamente e contam também com ajuda do Brasil para isso.

zurück Novembro 2018 weiter
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

NEWS: (show all)


Apoie nosso projeto atual!

Mais informações na página do projeto Construindo Pontes.


Video-apresentação no Brasil!

Uma primeira ponte foi construída: graças ao projeto Construindo Pontes a Escola Popular pôde apresentar seu trabalho no Brasil. O Pastor Sinodal do Paraná respondeu aos cumprimentos da Bispa Regional (Pastora Sinodal) Ilse Junkermann.